Enjeux psychologiques liées à l’immigration: le SAPSIR comme exemple d’adaptation des pratiques interculturelles

18/04/2018 20:52

No dia 7 de abril de 2018 a mestranda do NEMPsiC Mariá Boeira Lodetti realizou – em parceria com o Psicólogo Michel Sacy – a conferência intitulada Enjeux psychologiques liées à l’immigration: le SAPSIR comme exemple d’adaptation des pratiques interculturelles (Desafios psicológicos ligados à imigração: O SAPSIR como exemplo de adaptação de práticas interculturais) no Symposium sur la Santé des migrants (Simpósio sobre a saúde de imigrantes), organizado pela Faculdade de Medicina da Université Laval (Québec, Canadá). Na ocasião Mariá e Michel abordaram os impactos psicológicos da imigração forçada e apresentaram o dispositivo clínico do SAPSIR como um exemplo de prática intercultural. A apresentação foi baseada nos trabalhos dos fundadores do SAPSIR, Professor Jean-Bernard Pocreau e Professora Lucienne Martins Borges (Coordenadora do NEMPsiC). 

Defesa da tese de Doutorado de Maiara Pereira Cunha

18/04/2018 20:16

No dia 06 de abril de 2018 Maiara Pereira Cunha defendeu sua tese de doutorado Repercussões psicológicas do desastre natural: o que dizem crianças do Vale do Itajaí/SC e obteve o título de doutora em Psicologia. 

A banca foi composta por Lucienne Martins Borges (PPGP UFSC Orientadora); Ariane Kuhnen (PPGP UFSC Examinadora);  Carina Nunes Bossardi (PPGP UNIVALI Examinadora) e Marina Menezes (PPGP UNIVALI Examinadora).

Banca de Mestrado: “Felizes para sempre…” Dimensão psicossocial do homicídio conjugal em Florianópolis.

10/03/2018 07:07

Felicitamos Natália Lorenzetti da Rocha que, no dia 01 de março de 2018, na sala Carolina Bori, defendeu sua dissertação de metrado “Felizes para sempre…” Dimensão psicossocial do homicídio conjugal em Florianópolis.

A banca foi composta pela orientadora Profª Lucienne Martins Borges, Profª Andréia Isabel Giacomozzi (Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFSC) e a Profª Sheila Rubia Lindner (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFSC). 

Foto:  Profª Sheila Rubia Lindner, Natália Lorenzetti da Rocha, Profª Lucienne Martins Borges e Profª Andréia Isabel Giacomozzi.

Grupo de estudos de Psicanálise – semestre 2018.1

09/03/2018 00:07

O Grupo de estudos de Psicanálise consiste em um projeto de extensão do NEMPsiC que existe desde 2013, com frequência de encontros mensais de duração de 2 horas.

Semestre 2018.1: realizaremos, igualmente, 4 encontros. O público alvo são estudantes da graduação e pós-graduação em Psicologia que tenham interesse pela temática. Os textos elegidos são: Além do princípio do prazer (1920), volume 14 e O Eu e o ID (1923), volume 16 da Obras de Freud, versão Cia das Letras.

Datas dos encontros: 20/03, 17/04, 22/05 e 19/06; 

Horário: 13h às 15h;

Local: Sala EPC 2, Departamento de Psicologia;

Vagas: 15 vagas, com inscrições prévias pelo e-mail nempsic@contato.ufsc.br (encaminhar nome completo e matrícula).

Banca de defesa de Mestrado

21/02/2018 21:41

O NEMPsiC convida todos para a banca de defesa de Mestrado de Natália Lorenzetti da Rocha. Sua dissertação intitulada “Felizes para sempre…” Dimensão psicossocial do homicídio conjugal em Florianópolis foi orientada pela Profª Lucienne Martins Borges. Sua banca será composta pela Profª Andréia Isabel Giacomozzi (Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFSC), a Profª Sheila Rubia Lindner (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFSC) e a Profª Lucienne Martins Borges como presidente da banca.

Quando: Dia 01/03 às 14h
Local: Carolina Bori

Inauguração do CRAI de Santa Catarina

17/02/2018 16:21

Santa Catarina inaugurou no dia 01 de fevereiro de 2018 seu Centro de Referência de Atendimento ao Imigrante (CRAI). O CRAI está localizado na Rua Tenente Silveira, 225, sala 1, Edifício Hércules – Centro, Florianópolis
E está aberto nos horários: segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h30

Confirma maiores detalhes sobre a inauguração na reportagem de Sansara Buriti pro site Migra Mundo.

Publicação da coletânea “Migrações Sul-Sul”

23/01/2018 22:29

Neste início do ano de 2018 foi publicado a coletânea Migrações Sul-Sul, organizada por Rosana Baeninger, Lúcia Machado Bógus, Júlia Bertino Moreira, Luís Renato Vedovato, Duval Fernandes,  Marta Rovery de Souza, Cláudia Siqueira Baltar, Roberta Guimarães Peres, Tatiana Chang Waldman e Luís Felipe Aires Magalhães.

Segundo Rosana Baeninger, uma das organizadoras, “a elaboração desta Coletânea reflete, portanto, os esforços analíticos de muitos grupos de pesquisa no Brasil e na América Latina, contribuindo para o avanço do conhecimento acerca dos processos migratórios e para revelar a importância do Sul na arena global das migrações internacionais neste século.”

A coletânea foi realizada pelo Projeto Temático Observatório das Migrações em São Paulo, da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, com o apoio do Fundo de População das Nações Unidas – UNFPA

Dentre os autores da coletânea, a doutoranda do NEMPsiC, Allyne Fernandes Oliveira Barros e a coordenadora do NEMPsiC, Profª Lucienne Martins Borges, publicaram o capítulo de livro Imigração pós-terremoto de haitianos para o Brasil: impactos psicossociais e a reconstrução em movimento, uma produção oriunda da dissertação de Mestrado de Allyne. 

Confirma a coletânea completa aqui

A escuta clínica em contexto de intervenção com imigrantes e refugiados

16/11/2017 10:35

No dia 22 de setembro de 2017 a Prof. Lucienne Martins Borges, Coordenadora do NEMPsiC, lecionou uma aula expositiva no 3º módulo do curso “Como lidar com os efeitos psicossociais da violência?”, organizado pelo CERP-SC (Centro de Estudos em Reparação Psíquica de Santa Catarina), que acontece em Florianópolis. O CERP-SC é um projeto realizado pelo Instituto APPOA, financiada pelo Fundo Newton, no âmbito do Projeto Clínicas do Testemunho, da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

Prof. Lucienne Martins Borges, em sua aula intitulada A escuta clínica em contexto de intervenção com imigrantes e refugiados, abordou as violências de Estado às quais os refugiados são constantemente expostos, os impactos da migração, as diferenças entre o que se define como imigração voluntária e involuntária e, por fim, a importância da cultura na construção de práticas de acolhimento de tais populações. 

A aula está disponibilizada online no Canal do YouTube CERP-SC: